Cerca de 40 alunos estiveram presentes na sessão de orientação do primeiro módulo do Profissão Repórter 60+, realizado em 19 de junho. Para facilitar a integração, foram realizadas quatro sessões com cerca de 10 alunos cada. Os encontros foram conduzidos pelas terapeutas ocupacionais Maithe Joffe Duarte e Aline Fugimoto.

Para quebrar o gelo, foi incentivada uma conversa em duplas ou trios, para que as pessoas se apresentassem umas às outras e depois contassem a história do colega à sala. Entre as razões relatadas pelos participantes para estarem no curso incluem-se vontade de ser repórter, procura de uma nova carreira e aprender ferramentas que ajudem no trabalho atual, tal como melhor domínio da tecnologia e melhora na escrita.

Depois da atividade de socialização, foi feito um jogo de memória, em que os alunos foram convidados a olhar para uma tela com 20 figuras por 1 minuto e depois escrever todos os que lembravam. Foi conduzido depois um pequeno teste de autoavaliação. Cada sessão durou cerca de uma hora.