Por Ebe Fabra

Marion Laurent de Navarro, psicóloga, 72 anos, nasceu na França e viveu até os 9 anos de idade na África. Já adulta, mudou-se para a Venezuela, onde conheceu seu esposo José Ramon com o qual tem três filhos. 

Além da graduação em Psicologia, também é formada em Línguas e atua como educadora e orientadora. Seus filhos, atualmente, vivem nos Estados Unidos, Nova Zelândia e Suíça. “Foram em busca de qualidade de vida”, conta. Ela diz, no entanto, que o deslocamento da família não impede que a tradição e os conceitos familiares sejam passados pelas gerações – filhos e netos. “Mesmo com contato de curto tempo, nos dedicamos com amor e brincadeiras às novas gerações”, diz.

Além de sua palestra, realizada no Profissão Repórter 60+, em que abordou principalmente a importância da transmissão da tradição, Marion também deu um recado aos alunos. “Procurem sempre fazer algo novo, mantendo seu cérebro ativo. E não se esqueçam dos exercicios físicos”, afirmou a profissional, que também pratica pilates em seu dia a dia.