Por Rosemary Cezar Sodré

A terceira aula da terceira turma do Profissão Repórter 60+ contou com a participação do educador e músico José Ramon Navarro, e da educadora e orientadora Marion Laurent de Navarro. Casados, eles desenvolvem desde 1972 um trabalho educacional com crianças, jovens, adultos e idosos com base no Modelo Educativo Etievan, tendo atuado por mais de 30 anos sob a direção de sua fundadora.

Segundo Navarro, o princípio dos ensinamentos desta metodologia é preparar os indivíduos para a vida, sendo necessário desenvolver de maneira harmônica tanto sua mente como seu corpo e seus sentimentos, gerando assim amplitude de pensamento e abertura de coração.

O modelo educativo em questão tem sido aplicado desde 1973 em escolas de vários países da América do Sul: Chile, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

Marion relata  que ambos foram enviados para o Brasil para trabalhar com um grupo de jovens, em Minas Gerais, no ano de 1994. Esta experiência os levou a concluir que a importância da tradição e evolução é diferente e adaptada a cada cultura. Marion destacou o valor do trabalho, enfatizando que “a preguiça nunca foi um valor”.

Em 2012, foram criados Centros Etievan e foram desenvolvidos projetos educativos em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba.

Marion, ao responder sobre a educação da Europa em comparação com a educação no Brasil, mencionou que a educação nos países europeus era muito rígida e as famílias respeitavam muito suas tradições. Hoje, na Europa, apesar desses costumes terem sofrido alterações, ainda se mantém algumas tradições, bem mais do que aqui no Brasil, em que muito se perdeu dos ensinamentos dos nossos antepassados e das nossas culturas.

Questionou-se sobre como educar os nossos filhos, com base nesses ensinamentos. Marion aconselhou que, após colocarmos as nossas opiniões e vivências, é preciso deixar os filhos viverem suas experiências para que eles entendam que são responsáveis pelas consequências de suas escolhas.  

Sobre a experiência vivida com os três grupos do Profissão Repórter para os quais eles ministraram palestras, o casal foi unânime em destacar a preocupação de que tudo que foi dito fosse colocado em prática e não ficasse só na teoria. Marion destacou ficou impressionada com as expressões dos rostos durante a sua palestra e que denotam a compreensão e a surpresa com os seus ensinamentos.