Por Marileise da Cruz

Marion Laurent de Navarro, tem 72 anos, três filhos e netos e nasceu na França. Até os 9 anos, viveu na África – no Gabão e em Camarões – de lá, voltou para a França para realizar seus estudos e seguiu, em 1968, com uma amiga, para a Venezuela. Lá, casou-se com o engenheiro José Ramon Navarro e, juntos, conheceram o método Etievan de Educação. A partir desse conhecimento, começaram a realizar acampamentos com adolescentes e crianças. Da Venezuela, vieram para o Brasil, em 2012.

Psicóloga de formação, atua hoje exclusivamente no Centros Etievan, seguindo o método que está presente em cinco países da América do Sul (Equador, Brasil, Venezuela, Chile e Colômbia) e cuja base é incentivar crianças, jovens e idosos a exercitar a atenção em todos os momentos, mudar pequenos hábitos e rotinas, aprender coisas novas, e buscar constantemente reparar os erros do passado. 

Atualmente, em um mundo tão cercado por tecnologia, Marion diz que é ainda mais importante transmitir às crianças as tradições que recebemos das gerações passadas, criando uma relação com a linhagem familiar.